R. N. Sra da Lapa, Nº 298, Lapa - São Paulo, SP | Tel: (11) 3834-6630 | E-mail: nsralapa@uol.com.br

Artigos › 01/06/2020

“Ora que melhora”

pray-2558490-640

Uma vez li uma frase que ficou gravada na minha memória: “ora que melhora”.

A oração é um remédio que cura muitos males. Mas ela deve estar fundamentada em pelo menos três pilares: a, humildade, a perseverança e a fé.

No Evangelho de Mateus (7, 21-28) Jesus é abordado por uma mulher que pedia a cura da filha, “atormentada por um demônio”. Inicialmente Jesus não respondeu aos apelos da mulher e ela continuou insistindo, até que Ele respondeu: “Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel”. A mulher não desistiu e prostrou-se aos pés de Jesus pedindo ajuda, mas ele tornou a negar: “Não convém jogar aos cachorrinhos o pão dos filhos”. A resposta dela foi uma lição de fé: “Certamente, Senhor, mas os cachorrinhos ao menos comem as migalhas que caem da mesa de seus donos”.

Por que Jesus, a princípio ficou em silêncio diante do pedido daquela mãe e depois deu uma resposta tão dura?

Certamente Jesus conhecia o coração e a intenção daquela mãe que pedia pela filha, e queria “testar” a fé e a humildade dela.

Podemos tirar grandes aprendizados dessa passagem: ela se fez pequena diante de Jesus, humilhou-se reconhecendo-se incapaz de resolver o problema da filha e acreditando, tendo fé que Jesus atenderia seu pedido. Apesar das negativas de Jesus (primeiro ele se calou e depois disse que deveria salvar os judeus), ela não desistiu, teve perseverança na sua oração.

Então, se você precisa de uma graça, reze. Reze com fé, com perseverança e com humildade. “Deus resiste aos soberbos, mas dá a sua graça aos humildes” (Prov. 3, 34).

E na primeira carta, São Pedro escreveu: “Humilhai-vos, pois, debaixo da poderosa mão de Deus, para que Ele vos exalte no tempo oportuno. Confiai-lhe todas as vossas preocupações, porque Ele tem cuidado de vós” (1 Pedro 5, 6-7).

Via Aleteia

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *