R. N. Sra da Lapa, Nº 298, Lapa - São Paulo, SP | Tel: (11) 3834-6630 | E-mail: nsralapa@uol.com.br

› 11/02/2016

Quaresma e Campanha da Fraternidade 2016

quaresmaCom a Quarta-Feira de Cinzas iniciamos mais uma Quaresma. Como sabemos, ela faz parte do grande calendário litúrgico da Igreja. Sem dúvida, é um período muito significativo e rico da fé cristã.

Ela tem seu início agora e se estende por quarenta dias até às vésperas do Triduo Pascal. É um período de maior introspecção espiritual, quando somos convidados a fortalecer nossa vida interior através da oração…, do domínio dos próprios instintos e da intensificação da fraternidade solidária.
São muitas também as práticas apresentadas pela Igreja para que todos nós, na vivência delas, possamos fazer firmes, unidos, solidários e conscientes o caminho para a Páscoa da ressurreição do Cristo senhor.

A Quaresma com certeza nos coloca na dimensão do povo de Deus que busca cada vez mais estar com os olhos, os pés e o coração sempre voltados para o encontro com seu Criador, mestre e Salvador.

É tempo também de mudança, de conversão, de transformação interna e externa. Mudança para o que é melhor. Conversão para Deus através duma vida iluminada pela sua Palavra e conduzido pela sua graça. Transformação de nossa mentalidade egoísta, mesquinha e destruidora para uma realidade onde os sentimentos sejam de amor, respeito, diálogo, cumplicidade, harmonia e confraternização entre as pessoas e a natureza em geral.

E para marcar ainda mais a Quaresma, em todo o Brasil, a Igreja realiza a Campanha da Fraternidade. Esse ano ela será ecumênica, ou seja, várias outras Igrejas cristãs também estarão celebrando a CF2016 em comunhão de fé e amor solidário com a Igreja Católica.
O tema escolhido para a CFE/16 é “Casa comum, nossa responsabilidade”. 0 lema é “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5,24).

Toda a reflexão da Campanha nessa Quaresma, portanto, gira em torno dos problemas que afetam o meio ambiente e a vida de todos os seres vivos. O mundo é a nossa grande casa comum que deve ser cuidado, protegido e amado por todos os filhos viventes da mãe natureza. Enfrentar com fé e sem medo todas as forças maléficas e mortíferas que destroem cada vez mais a maravilhosa natureza e toda a sua exuberância de vida. Não é possível, por exemplo, que ainda em nosso país, a ausência dos serviços de saneamento básico junto à população seja tão gritante. Ser cristão é comprometer-se para que o mundo tenha vida, e que nele todos a tenham em abundância!

Então, que sua Quaresma seja de bastante vida na fé, na solidariedade fraterna e no encontro com Deus, com seus semelhantes e com toda a bela natureza!!!

Por Padre Adalton

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *